Cursos Profissionais

Acessos: 1351

Técnico de Produção Agrária

PERFIL DE DESEMPENHO À SAÍDA DO CURSO
O técnico de produção agrária é o profissional qualificado para constituir uma empresa agro-pecuária, coordenar, organizar e executar as actividades de uma exploração agrícola, assegurando a quantidade e qualidade da produção, a saúde e segurança no trabalho, a preservação do meio ambiente e a segurança alimentar dos consumidores.

As atividades fundamentais a desempenhar por este técnico são:
- Planear e executar as operações das diversas actividades agrícolas;

- Orientar e participar nas tarefas de produção vegetal e animal;
- Realizar operações tecnológicas do sector agro-pecuário, no respeito pelas normas de segurança e saúde no trabalho;
- Organizar a comercialização dos diferentes produtos agrícolas, de acordo com as normas de qualidade em vigor;
- Utilizar os factores de produção, de modo a atingir os objectivos da empresa;
- Manusear correctamente máquinas e equipamentos agro-pecuários, respeitando as normas de segurança e saúde no trabalho;
Utilizar racionalmente os recursos naturais, tendo em conta o equilíbrio bioecológico.

Variantes:
No terceiro ano do curso, de acordo com as opções da EPAQL e a autorização do Ministério da Educação, o aluno optará por uma das seguintes variantes:

- Variante de produção animal – programar e garantir a execução das tarefas inerentes à alimentação, higiene, sanidade e maneio reprodutivo das espécies pecuárias, assim como a obtenção de produtos de origem animal utilizando os meios técnicos, humanos e materiais necessários.
- Variante de produção vegetal - programar e garantir a execução das tarefas inerentes à instalação, colheita e acondicionamento/conservação dos produtos agrícolas em culturas hortícolas e arvenses, utilizando os meios técnicos, humanos e materiais necessários.
- Variante de transformação – aplicar conhecimentos fundamentais do processo produtivo (preparação e transformação de produtos agro-alimentares e respectivo embalamento) assim como de tecnologia específica do subsector agro-alimentar (princípios de funcionamento e de programação, conservação e manutenção, riscos e regras de segurança).

Duração do Curso:
O curso tem a duração de 3 anos lectivos e 3100 horas de formação.

Condições de Acesso:
- 9º Ano de escolaridade.

Certificação Escolar e Profissional:
Curso do nível secundário de educação, com equivalência ao 12º ano de escolaridade e qualificação profissional de nível 3.

Saídas Profissionais:
O Técnico de Produção Agrária poderá, entre outras, desempenhar funções ao nível de:
- Empresário agrícola (Jovem Agricultor);
- Gestão de empresas agrícolas e afins;
- Associações agrícolas e afins;
- Organismos públicos (Zonas Agrárias, Autarquias, etc.);
- Unidades Agro-industriais.

De acordo com o Decreto-lei n.º 173/2005 de 21 de Outubro, o técnico de Produção Agrária é reconhecido como operador ou aplicador de Produtos fitofarmacêuticos.


 

Técnico de Recursos Florestais e Ambientais

PERFIL DE DESEMPENHO À SAÍDA DO CURSO
O Técnico de Recursos Florestais e Ambientais é o profissional que intervém na construção e gestão de uma empresa florestal, no respeito pelas regras de segurança e de saúde no trabalho.

As atividades fundamentais a desempenhar por este técnico são:
- Coordenar uma equipa de trabalho;

- Intervir no domínio da actividade Florestal pela produção, valorização e comercialização de bens e serviços;
- Gerir a produção sustentada e a rentabilidade da floresta, pelo uso racional dos seus recursos;
- Conservar, proteger e valorizar os espaços florestais;
- Fomentar a utilização racional dos recursos naturais, tendo em conta o equilíbrio bioecológico;
- Sensibilizar as populações para o associativismo florestal melhorando o desempenho das estruturas organizativas locais;
- Proceder a acções de valorização e assistência técnica, promovendo o desenvolvimento regional e a melhoria das condições de vida, de acordo com as potencialidades e programas de desenvolvimento florestal.

Duração do Curso:
O curso tem a duração de 3 anos lectivos e 3100 horas de formação.

Condições de Acesso:
- 9º Ano de escolaridade.

Certificação Escolar e Profissional:
Curso do nível secundário de educação, com equivalência ao 12º ano de escolaridade e qualificação profissional de nível 3.

Saídas Profissionais:
O Técnico de Recursos Florestais e Ambientais poderá, entre outras, desempenhar funções ao nível de:
- Empresas Florestais;
- Associações Florestais;
- Viveiros Florestais;
- Autarquias;
- Áreas Protegidas;
- Reservas de Caça.

De acordo com o Decreto-lei n.º 173/2005 de 21 de Outubro, o Técnico de Recursos Florestais e Ambientais é reconhecido como operador e como aplicador de Produtos fitofarmacêuticos.


 

Técnico de Gestão Equina

PERFIL DE DESEMPENHO À SAÍDA DO CURSO
O Técnico de Gestão Equina é o profissional qualificado que, mercê de uma formação polivalente, integrada e pluridisciplinar, está apto a orientar, organizar e executar as tarefas necessárias à gestão das mais diversificadas estruturas equestres existentes no país. É um técnico com aptidão didática e conhecimentos suficientes para o ensino do cavalo e do cavaleiro em todas as vertentes.

As atividades fundamentais a desempenhar por este técnico são:
- Executar a gestão técnica e pedagógica de centros hípicos e escolas de equitação;

- Conceber, programar e organizar provas equestres;
- Organizar e implementar o programa oficial de formação de praticantes da escola Nacional de Equitação (ENE);
- Utilizar os fatores de produção de modo a atingir os objetivos da empresa onde esteja integrado;
- Praticar as várias disciplinas equestres, com capacidade para preparar e utilizar cavalos em provas das referidas modalidades, com especial relevância para as disciplinas olímpicas;
- Gerir coudelarias e outras unidades de produção cavalar.

Duração do Curso:
O curso tem a duração de 3 anos lectivos e 3100 horas de formação.

Condições de Acesso:
- 9º Ano de escolaridade.

Certificação Escolar e Profissional:
Curso do nível secundário de educação, com equivalência ao 12º ano de escolaridade e qualificação profissional de nível 4.

Saídas Profissionais:
O Técnico de Gestão Equina poderá, entre outras, desempenhar funções em:
- Centros Hípicos;
- Escolas de Equitação;
- Organização de eventos equestres;
- Gestão de empresas de produção de equinos;
- Possibilidade de certificação de monitor.


 

Técnico de Turismo Ambiental e Rural

PERFIL DE DESEMPENHO À SAÍDA DO CURSO
O Técnico de Turismo Ambiental e Rural é o profissional que participa na aplicação de medidas de valorização do Turismo em Espaço Rural, executando serviços de receção em alojamento rural e de informação, organização e animação de eventos.

As atividades fundamentais a desempenhar por este técnico são:
- Proceder ao levantamento de recursos e potencialidades turísticas locais e regionais;

- Colaborar na divulgação da oferta turística local e regional;
- Participar na divulgação do património gastronómico local e regional, contribuindo para o desenvolvimento de marcas e produtos da região;
- Proceder à promoção e animação de espaços naturais e zonas rurais;
- Participar na sensibilização e preservação ambientais e culturais, contribuindo para a melhoria da qualidade de vida das populações;
- Organizar e dinamizar a animação turística, nomeadamente com atividades de turismo de natureza cultural, entre outros;
- Colaborar na gestão e dinamização de empresas e unidade de turismo em espaço rural; preferências e orientando as suas escolhas.

Duração do Curso:
O curso tem a duração de 3 anos lectivos e 3100 horas de formação.

Condições de Acesso:
- 9º Ano de escolaridade.

Certificação Escolar e Profissional:
Curso do nível secundário de educação, com equivalência ao 12º ano de escolaridade e qualificação profissional de nível 4.

Saídas Profissionais:
O Técnico de Turismo Ambiental e Rural poderá, entre outras, desempenhar funções em:
- Empresas de Turismo em Espaço Rural;
- Autarquias (departamentos de turismo, postos de turismo);
- Parques de campismo;
- Áreas Protegidas (Parques Naturais, Reservas);
- Pousadas da Juventude;
- Unidades Hoteleiras;
- Agências de Viagens;
- Empresas e Associações de Animação Cultural;
- Regiões de Turismo.


  Técnico de Gestão e Recuperação de Espaços Verdes